quarta-feira, 31 de agosto de 2011

ATIVIDADE DE REVISÃO MATEMÁTICA(Prova 02)6ºanoA e B

Escola Municipal De Ensino Fundamental  Vírgilia Bezerra de Lima
SÉRIE=.6º Ano  =  Turma A e B Disciplina................
Aluno ....................................Professor=Romenildo Oliveira
Valor das questões 1º)  1,0 / 2º) 1,0/3º 1,5 /4º 1,5  e 5º 5,0
ATIVIDADE DE REVISÃO MATEMÁTICA(Prova 02)
1º)Roberto é colecionador de moedas .tem 120 moedas de ouro,25 moedas de prata e 20 moedas de bronze.Deseja organizar sua coleção em caixas com igualdade de moedas em cada caixa.Quantas moedas irá colocar em cada caixa?

2º) Em uma apresentação de ginástica irão participar 150 meninos e 180 meninas.

3º)Qual o MDC de 24 e 72:
A)(    )36               b)(      )9        c)(      )6              d)(     )18          e)(   )NDR

4º)No tanque A cabem 40 litros de água ,já o tanque B tem a capacidade de 45 litros.Para encher os tanques  com as mesmas vasilhas.
*                 Qual a maior quantidade de litros que esta vasilha poderá  conter?
a)(    )20       b)(   )25           c)(      )35                d)(     )60            e)(    )NDR
*                 Quantas vezes foram necessário para encher o tanque A e B .
A)(      )16 e 8             b)(     )15 e 8    c)(      )16 e 30    d)(      ) 8 e 15   e)NDR

5º))Paulo é colecionador de moedas .tem 35 moedas de ouro,70 moedas de prata e 25 moedas de bronze.Deseja organizar sua coleção em caixas com igualdade de moedas em cada caixa.Quantas moedas irá colocar em cada caixa?
a)(      )40                 b)(    )5             c)(    )20          D)(   )10           e)(     )NDR

ATIVIDADE REVISÃO 6º ANO A e B

Escola Municipal De Ensino Fundamental  Vírgilia Bezerra de Lima
SÉRIE=.6º Ano  =  Turma A e B Disciplina................
Aluno ....................................Professor=Romenildo Oliveira
ATIVIDADE DEREVISÃO MATEMÁTICA(Prova 01)
1º)Roberto é colecionador de moedas .tem 20 moedas de ouro,25 moedas de prata e 20 moedas de bronze.Deseja organizar sua coleção em caixas com igualdade de moedas em cada caixa.Quantas moedas irá colocar em cada caixa?

2º) Em uma apresentação de ginástica irão participar 200 meninos e 240 meninas.

3º)Qual o MDC de 54 e 72:
A)(    )36               b)(      )9        c)(      )6              d)(     )18          e)(   )NDR

4º)No tanque A cabem 240 litros de água ,já o tanque B tem a capacidade de 450 litros.Para encher os tanques  com as mesmas vasilhas.
*                 Qual a maior quantidade de litros que esta vasilha poderá  conter?
a)(    )20              b)(   )25                   c)(      )35                     d)(     )60            e)(    )NDR
*                 Quantas vezes foram necessário para encher o tanque A e B .
A)(      )16 e 8             b)(     )15 e 8    c)(      )16 e 30    d)(      ) 8 e 15   e)NDR

5º))Paulo é colecionador de moedas .tem 25 moedas de ouro,75 moedas de prata e 125 moedas de bronze.Deseja organizar sua coleção em caixas com igualdade de moedas em cada caixa.Quantas moedas irá colocar em cada caixa?
a)(      )40                 b)(    )25             c)(    )20          D)(   )10           e)(     )NDR

ATIVIDADE REVISÃO MATEMÁTICA

Escola Municipal De Ensino Fundamental  Vírgilia Bezerra de Lima
SÉRIE=.7º Ano  =  Turma B  Disciplina................
Aluno ....................................Professor=Romenildo Oliveira
Valor das questões 1º)  1,0 / 2º) 1,0/3º 1,5 /4º 1,5  e 5º 5,0



ATIVIDADE REVISÃO MATEMÁTICA=PROVA 01

ATIVIDADE DE REVISÃO = MATEMÁTICA=7º ANO

Escola Municipal De Ensino Fundamental  Vírgilia Bezerra de Lima
SÉRIE=.........Ano  Turma..... Disciplina................
Aluno ....................................Professor=Romenildo Oliveira


ATIVIDADE REVISANDO PARA PROVA= Matemática(Prova 02)

1º)Calcule os números inteiros e as frações ocupando os espaços em branco:


+10
+10
+20
-50
+10
+25
-4
16
-12
25
-10
+10
0
0
+16
+150
-48


2º)Associe um número positivo ou negativo a cada uma das situações:
a)Um lucro de R$ 10,70
b)Um prejuízo de R$ 300,00
c)Um avanço de 8 minutos
d)Um atraso de 15 minutos
e)Uma temperatura de 2 graus abaixo de zero.
3º)Silva emitiu um cheque de R$ 120,34,após o saldo ficou em R$ 34,45.Quanto ele tinha em dinheiro?

4º)Paulo devia R$ 250,20 e pagou 135,20.Quanto pagou ao todo?

5º)Calcule o valor numérico das expressões fracionárias :
a)(    (  x (  -5)                         b) (      (

ATIVIDADE DE REVISÃO PARA PROVA MENSAL(pROVA 01)


Escola Municipal De Ensino Fundamental  Vírgilia Bezerra de Lima
SÉRIE=.........Ano  Turma..... Disciplina................
Aluno ....................................Professor=Romenildo Oliveira


ATIVIDADE REVISANDO PARA PROVA= Matemática(Prova 02)

1º)Calcule os números inteiros e as frações ocupando os espaços em branco:

+10
+10
+20
-50
+10
+25
-4
16
-12
25
-10
+10
0
0
+16
+150
-48

2º)Associe um número positivo ou negativo a cada uma das situações:
a)Um lucro de R$ 10,70
b)Um prejuízo de R$ 300,00
c)Um avanço de 8 minutos
d)Um atraso de 15 minutos
e)Uma temperatura de 2 graus abaixo de zero.
3º)Silva emitiu um cheque de R$ 120,34,após o saldo ficou em R$ 34,45.Quanto ele tinha em dinheiro?

4º)Paulo devia R$ 250,20 e pagou 135,20.Quanto pagou ao todo?

5º)Calcule o valor numérico das expressões fracionárias :
a)(    (  x (  -5)                         b) (      (

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Milho aos Pombos

RECUPERAÇÃO 9º ANO-aula artes

Milho aos pombos 

Enquanto esses comandantes loucos ficam por aí queimando pestanas organizando suas batalhas.Os guerrilheiros nas alcovas preparando na surdina suasmortalhasA cada conflito mais escombrosIsso tudo acontecendo e eu aqui na praçadando milho aos pombos.Entra ano, sai ano, cada vez fica mais difícilo pão, o arroz, o feijão, o aluguel.Uma nova corrida do ouro.O homem comprando da sociedade o seu papel.Quando mais alto o cargo maior o romboEu dando milho aos pombos no frio desse chão.Eu sei tanto quanto eles se bater asas mais altovoam como gavião.Tiro ao homem tiro ao pombo.Quanto mais alto voam maior o tombo.Eu já nem sei o que mata maisSe o trânsito, a fome ou a guerra se chega alguém querendo consertarvem logo a ordem de cimaPega esse idiota e enterra.Todo mundo querendo descobrir seu ovo de Colombo.

REVISANDO MÁXIMO DIVISOR COMUM

MDC(MÁXIMO DIVISOR COMUM)(EXERCÍCIO DE REVISÃO

Escola Municipal de Ensino Básico Vírgilia Bezerra de Lima
DISCIPLINA=........................
ALUNO=.....................................................................
PROFESSOR=Romenildo Oliveira
Assunto :MDC(Máximo Divisor Comum)

1) Determine o m.d.c.

a) m.d.c (6,10)                                                                                b) m.d.c.(12,20)       
05 linhas
 c) m.d.c.(16,15)                                                                              d) m.d.c.(9,7)
05 linhas
e) m.d.c.(40,20)                                                                               f) m.d.c.( 19,7)
05 linhas
g) m.d.c.(48,18)                                                                        h) m.d.c.(30,18)
05 linhas
i) m.d.c.(66,36)                                                                         j) m.d.c.(36,15)
2º)Calcule o MDC De:
a) m.d.c.(84,48,12)                                                                        c) m.d.c.(30,15,12)
05 linhas
b) m.d.c.(9,13,49)                                                                           d) MDC(24,45,80) 

TABELA DE NÚMEROS PRIMOS DE 1 A 100


TABUADA MATEMÁTICA


Tabuada Multiplicação
1
2
3
4
5
1x1 = 1
1x2 = 2
1x3 = 3
1x4 = 4
1x5 = 5
1x6 = 6
1x7 = 7
1x8 = 8
1x9 = 9
1x10 = 10
2x1 = 2
2x2 = 4
2x3 = 6
2x4 = 8
2x5 = 10
2x6 = 12
2x7 = 14
2x8 = 16
2x9 = 18
2x10 = 20
3x1 = 3
3x2 = 6
3x3 = 9
3x4 = 12
3x5 = 15
3x6 = 18
3x7 = 21
3x8 = 24
3x9 = 27
3x10 = 30
4x1 = 4
4x2 = 8
4x3 = 12
4x4 = 16
4x5 = 20
4x6 = 24
4x7 = 28
4x8 = 32
4x9 = 36
4x10 = 40
5x1 = 5
5x2 = 10
5x3 = 15
5x4 = 20
5x5 = 25
5x6 = 30
5x7 = 35
5x8 = 40
5x9 = 45
5x10 = 50
6
7
8
9
10
6x1 = 6
6x2 = 12
6x3 = 18
6x4 = 24
6x5 = 30
6x6 = 36
6x7 = 42
6x8 = 48
6x9 = 54
6x10 = 60
7x1 = 7
7x2 = 14
7x3 = 21
7x4 = 28
7x5 = 35
7x6 = 42
7x7 = 49
7x8 = 56
7x9 = 63
7x10 = 70
8x1 = 8
8x2 = 16
8x3 = 24
8x4 = 32
8x5 = 40
8x6 = 48
8x7 = 56
8x8 = 64
8x9 = 72
8x10 = 80
9x1 = 9
9x2 = 18
9x3 = 27
9x4 = 36
9x5 = 45
9x6 = 54
9x7 = 63
9x8 = 72
9x9 = 81
9x10 = 90
10x1 = 10
10x2 = 20
10x3 = 30
10x4 = 40
10x5 = 50
10x6 = 60
10x7 = 70
10x8 = 80
10x9 =  90
10x10 = 10

http://3.bp.blogspot.com/-ZA4J3aN-Fd0/TjMPvuEcMuI/AAAAAAAAAA0/t7HHJ8z8vFE/s640/dividi+%25281%2529.jpg

CONHECER A HISTÓRIA DAS ARTES =SÉRIES=8º e 9º ANO

ESCOLA MUNICIPAL VÍRGILIA BEZERRA DE LIMA
SÉRIES=8º e 9º ANO
PROFESSOR=ROMENILDO
DISCIPLINA ARTES
BIMESTRE=3º  e 4º BIMESTRE
OBJETIVO=CONHECER A HISTÓRIA DAS ARTES E Obtenção DE NOTAS
6. HISTÓRIA DA ARTE

                        A história da arte é uma disciplina que estuda a evolução das expressões artísticas, a constituição e a variação das formas, dos estilos, dos conceitos transmitidos através das obras de arte.

6.1 Linha de tempo
Pré-História
Idade Antiga
Idade Média
Idade Moderna
Idade Contemporânea
Arte Brasileira
Um dos períodos mais fascinantes da história humana é a Pré-História. Esse período não foi registrado por nenhum documento escrito, pois é exatamente a época anterior à escrita. Tudo o que sabemos dos homens que viveram nesse tempo é o resultado da pesquisa de antropólogos, historiadores e dos estudos da moderna ciência arqueológica, que reconstituíram a cultura do homem.
Consideramos como arte pré-histórica todas as manifestações que se desenvolveram antes do surgimento das primeiras civilizações e, portanto antes da escrita. No entanto isso pressupõe uma grande variedade de produção, por povos diferentes, em locais diferentes, mas com algumas características comuns.
A primeira característica é o pragmatismo, ou seja, a arte produzida possuía uma utilidade, material, cotidiana ou mágico-religiosa: ferramentas, armas ou figuras que envolvem situações específicas, como a caça. Cabe lembrar que as cenas de caça representadas em cavernas não descreviam uma situação vivida pelo grupo, mas possuía um caráter mágico, preparando o grupo para essa tarefa que lhes garantiria a sobrevivência.
As manifestações artísticas mais antigas foram encontradas na Europa, em especial na Espanha, sul da França e sul da Itália e datam de aproximadamente de 25000 a.C., portanto no período paleolítico. Na França encontramos o maior número de obras pré históricas e até hoje em bom estado de conservação, como as cavernas de Altamira, Lascaux e Castilho.
Arquitetura
Os grupos pré-históricos eram nômades e se deslocavam de acordo com a necessidade de obter alimentos. Durante o período neolítico essa situação sofreu mudanças, desenvolveram-se as primeiras formas de agricultura e consequentemente o grupo humano passou a se fixar por mais tempo em uma mesma região, mas ainda utilizavam-se de abrigos naturais ou fabricados com fibras vegetais ao mesmo tempo em que passaram a construir monumentos de pedras colossais, que serviam de câmaras mortuárias ou de templos. Raras as construções que serviam de habitação. Essas pedras pesavam mais de três toneladas, fato que requeria o trabalho de muitos homens e o conhecimento da alavanca.
Esses monumentos de pedras foram denominados "megalíticos" e podem ser classificados de: dólmens, galerias cobertas que possibilitavam o acesso a uma tumba; menires, que são grandes pedras cravadas no chão de forma vertical; e os cromlech, que são menires e dólmens organizados em círculo, sendo o mais famoso o de Stonehenge, na Inglaterra. Também encontramos importantes monumentos megalíticos na Ilha de Malta e Carnac na França, todos eles com funções ritualisticas.
Escultura
A escultura foi responsável pela elaboração tanto de objetos religiosos quanto de utensílios domésticos, onde encontramos a temática predominante em toda a arte do período, animais e figuras humanas, principalmente figuras femininas, conhecidas como Vênus, caracterizadas pelos grandes seios e ancas largas, são associadas ao culto da fertilidade;
Entre as mais famosas estão a Vênus de Lespugne, encontrada na França, e a Vênus de Willendorf, encontrada na Áustria foram criadas principalmente em pedras calcárias, utilizando-se ferramentas de pedra pontiaguda.
Durante o período neolítico europeu (5000ac - 3000dc) os grupos humanos já dominavam o fogo e passou a produção de peças de cerâmica, normalmente vasos, decorados com motivos geométricos em sua superfície; somente na idade do bronze a produção da cerâmica alcançou grande desenvolvimento, devido à utilização na armazenagem de água e alimentos.

Pintura

As principais manifestações da pintura pré-histórica são encontradas no interior de cavernas, em paredes de pedra e a princípio retratavam cenas envolvendo principalmente animais, homens e mulheres e caçadas, existindo ainda a pintura de símbolos, com significado ainda desconhecido. Essa fase inicial é marcada pela utilização predominantemente do preto e do vermelho e é considerada, portanto como naturalista.
No período neolítico a pintura é utilizada como elemento decorativo e retratando as cenas do cotidiano. A qualidade das obras é superior, mostrando um maior grau de abstração e a utilização de outros instrumentos que não as mãos, como espátulas.
Por volta de 2000ac às características da pintura a apresentavam um nível próximo à de formas escritas, preservando, porém seu caráter mágico ou religioso, celebrando a fecundidade ou os objetos de adoração (totens).
Idade Antiga
A arte na Idade Antiga mostra-nos diversos fundamentos ideológicos, pois é extremamente abrangente e composta pelas riquezas das artes egípcia, grega, romana, paleocristã, bizantina e islâmica. Enquanto a arte egípcia é ligada ao espírito, aos deuses e sua glorificação, a arte grega liga-se à inteligência. A arte grega volta-se para o gozo da vida presente, contempla a natureza, o artista, através da arte, exprime suas manifestações. Na sua constante busca da perfeição, o artista grego cria uma arte de elaboração intelectual em que predominam o ritmo, o equilíbrio, a harmonia ideal. Eles têm como características: o racionalismo; amor pela beleza; interesse pelo homem e a democracia. A arte romana sofreu duas fortes influências: a da arte etrusca popular, voltada para a expressão da realidade vivida, e a da greco-helenística, orientada para a expressão de um ideal de beleza. Enquanto os romanos desenvolviam uma arte colossal e espalhavam seu estilo por toda a Europa e parte da Ásia, os cristãos (aqueles que seguiam os ensinamentos de Jesus Cristo) começaram a criar uma arte simples e simbólica executada por pessoas que não eram grandes artistas. Surge a arte cristã primitiva. A arte bizantina sofreu influências de Roma, Grécia e do Oriente. Foi conduzida pela religião. A união de alguns elementos dessa cultura formou um estilo novo, rico tanto na técnica como na cor. A Arte islâmica, inevitavelmente, absorveu traços dos povos conquistados. De origem nômade, os muçulmanos demoraram para estabelecer sua própria identidade artística. Ao definir seu estilo conceitual e religioso, nos deixaram as belas cúpulas nas mesquitas e lindos tapetes persas.

TRABALHO DOS ALUNOS
SÓCRATES (469-399 A.C.)
MARCO TÚLIO CÍCERO (106-043 A.C.)
PLATÃO (427
 ARISTÓTELES (384 a 322 a.C.)
EPÍCURO (341 a 270 a.C.)
ESTÓICOS
Arquitetura

A arte na Idade Média

A arte na Idade Média transmite uma verdadeira integração da pintura, escultura e arquitetura marcados pela arte românica no final do século XI. Preocupa-se em transmitir valores religiosos através da técnica dos afrescos nas grandes decorações murais. As obras expressam esse sentimento místico dos artistas. O colorismo emprega cores chapadas, sem preocupação com meios tons ou jogos de luz e sombra. Não existe a menor intenção de imitar a natureza. Mais tarde, nos séculos XII, XIV e no início do século XV, com a predominância da arte gótica, começa a ganhar novas características que prenunciam o Renascimento. Sua principal particularidade foi a procura do realismo na representação dos seres pintados.
A pintura medieval refere-se à maior parte da arte produzida na Europa durante um período de cerca de mil anos; começou com a queda do Império Romano no século V d.C. e terminou com o começo do Renascimento, no século XIV. A sociedade européia medieval girava em torno do cristianismo. Assim, a pintura medieval refletia esta atitude. E era a fonte principal de seus temas. Estes artistas não estavam interessados em técnicas, ignoravam a perspectiva, seus trabalhos eram sem relevo e faziam grande uso de símbolos para narrar histórias. Em fins do século XIII um artista italiano chamado Giotto criou um estilo realista que marcou o fim do período medieval na história da arte e o começo do Renascimento.

Arte Celta
Pintura | Escultura | Arquitetura

A arte celta se desenvolveu na Europa central e ocidental e se estendeu por mais de um milênio. Seu estilo, bem definido, apresenta uma grande variedade de formas, onde se destacam os trabalhos em metal, construções em pedra e iluminuras. Seu estilo apresenta características diversas; no estilo primitivo se encontram braceletes de ouro, inspirados por gregos e etruscos e grandes objetos em bronze descobertos em tumbas. O segundo estilo, quando sua arte se expandiu para a Grécia e Itália, mostraram avanços na joalheria e utensílios de combate. No estilo plástico, artistas mostraram uma qualidade tridimensional em suas composições, dando maior importância às formas humanas e animais. O estilo chamado "espadas da Hungria" corresponde a decorações gravadas em espadas. Em contraste com o estilo plástico, este período mostrava uma arte plana e abstrata.


Arte Românica
Pintura | Escultura | Arquitetura


Apesar do estilo românico ter dominado toda a Europa Ocidental, ele assumia características diferentes em cada região dependendo das influências recebidas dos vários povos. Entretanto, em todos eles dominava a religião cristã. Seus artistas anônimos representavam em sua arte os seus sentimentos, não procuravam a perfeição, mas transmitir sua mensagem. A arquitetura se destacou por construções de igrejas e mosteiros, estes cercados por grandes muros, para proteção do mundo exterior.

Períodos da Arte


Arte Gótica
Pintura | Escultura | Arquitetura

A arte gótica surgiu na França e se espalhou rapidamente através da Europa ocidental. Ela foi um prosseguimento da arte românica e conseguiu um perfeito equilíbrio de expressão. Neste estilo o que mais se destaca é a arquitetura; o clima religioso da época favorecia a construção de igrejas, com linhas ascendentes que terminavam em abóbadas; os vitrais tiveram também grande importância, pois com seus coloridos e a variedade dos seus mosaicos de vidro, atenuavam a luz no interior. Entre as mais famosas igrejas góticas estão Notre Dame, na França, Wetsminster, na Inglaterra e a catedral de Colônia na Alemanha.

Idade Moderna

Ocorreram nesse período muitos progressos e incontáveis realizações no campo das artes. Num sentido amplo, esse ideal pode ser entendido como a valorização do homem e da natureza, contestando o divino e o sobrenatural, conceitos que haviam impregnado a cultura da Idade Média. As marcantes características desse período abrangem a racionalidade, a dignidade do ser humano, o ideal humanista, o rigor científico e a reutilização das artes greco-romana.
Nesse período as artes se difundiram em quatro sentimentos distintos:
A arte renascentista, que retratava claramente o equilíbrio entre o sentimento e a razão;
O movimento artístico conhecido como maneirismo, uma tendência exagerada para a estilização, considerado por alguns historiadores a fase intermediária entre o renascimento e o barroco;
A arte barroca que rompeu com o equilíbrio entre o sentimento e a razão, predominando as emoções, refletindo uma época de muitos conflitos espirituais e religiosos;
Rococó, um estilo artístico mais leve e intimista que se desdobrou do barroco, utilizando cenas eróticas ou galantes da vida cortesã e da mitologia, pastorais, alusões ao teatro italiano da época, motivos religiosos e farta estilização naturalista do mundo vegetal.




Renascimento
Pintura | Escultura | Arquitetura

Nome dado a um período da história que se prolongou por cerca de 300 anos e que começou na Itália; esta época de aventura e curiosidade muito influenciou as artes. Recebeu este nome, que significava um novo nascimento, em virtude da renovação do interesse pela arte, arquitetura e civilização clássica.
Os artistas, arquitetos e dramaturgos empregaram formas e técnicas novas e ousadas para refletir o espírito daquele período. Em suas obras procuraram glorificar o homem e ao mesmo tempo conquistar fama para si mesmos; adquiriram assim o respeito e a admiração dos imperadores e dos papas. A pintura tornou-se mais realista, a escultura refletiu uma nova compreensão da anatomia humana, a arquitetura voltou-se mais para o homem e suas necessidades e a literatura deu destaque à personalidade individual.
Destacam-se neste estilo: Michelangelo e Leonardo da Vinci.

Maneirismo
Pintura | Escultura | Arquitetura

Alguns historiadores consideram o Maneirismo como uma transição entre os estilos renascentista e barroco, enquanto outros o vêem como um estilo propriamente dito. A palavra maneirismo, deriva da italiana maniera que significa expressividade forçada.
O Maneirismo teve início em 1520, quando o renascimento entrou em declínio; foi uma época marcada por movimentos religiosos e em muitos países, pela consolidação do absolutismo. Este estilo era caracterizado pela deformação das figuras, o corpo humano com formas alongadas, a riqueza de detalhes, criação de figuras abstratas e efeitos visuais usando cores intensas.

Uma das figuras mais representativas deste movimento foi El Greco.

Barroco
Pintura | Escultura | Arquitetura

Foi o estilo que se manifestou em várias formas de arte na Europa ocidental e na América Latina, da metade do século XVI ao final do século XVII.
Contribuíram para a formação do estilo barroco, três elementos da vida cultural da Europa ocidental.
Em primeiro lugar, os artistas, que a partir da segunda metade do século XVI, rebelaram-se contra a arte renascentista, que era contida e primava pela harmonia, simplicidade e equilíbrio simétrico; os pintores, arquitetos e escultores barrocos conseguiram estabilizar-se em formas mais dramáticas e rebuscadas.
Em segundo lugar, muitos soberanos europeus pretendiam um estilo artístico que exaltasse seus reinos, magníficos palácios que expressassem o poder e a autoridade do chefe de Estado.
O terceiro elemento foi a Contra-Reforma nos séculos XVI e XVII, que provocou um sentimento de exaltação religiosa em diversas partes da Europa. As igrejas representam o drama e a emoção desse movimento religioso. Costuma-se definir o barroco europeu como a arte do esplendor. Há uma estreita relação entre o seu desenvolvimento e as riquezas das colônias recém descobertas. Uma pequena minoria de pessoas abastadas de alguns países da Europa, procurou apoiar artistas que refletissem em suas obras a opulência das grandes fortunas. No Brasil do século XVIII, a adoção do estilo barroco vincula-se certamente com o descobrimento das minas e a conseqüente riqueza de algumas camadas da população. O barroco brasileiro coincidiu com o nascimento da consciência nacional, contou com o apoio dos protetores das artes, paróquias, confrarias e associações religiosas e tornou-se a primeira possibilidade de expressão artística do país.

Rococó
Pintura | Escultura | Arquitetura

É um estilo de arte que floresceu na Europa ocidental entre mais ou menos 1720 e 1780.
Na França é também chamado de estilo Luis XV, daí a nomenclatura de uma das mais consideráveis manifestações do Rococó: os móveis Luis XV, ainda em moda até hoje.
Os artistas do rococó utilizavam curvas e florões entremeados, superfícies ondulantes e ornamentação bem detalhada e trabalhada. A palavra rococó teve origem num termo francês que descreve um desenho de rocha ou de concha.
Desenvolveu-se a partir do barroco, mas é mais delicada e menos elaborada. O rococó esteve presente na pintura, escultura, arquitetura, nos desenhos de móveis, tecidos, porcelanas e roupas.
Um aspecto interessante da época Rococó é o gosto na alta sociedade pela prática das artes, música, pintura, gravura, dança e literatura.
Destacam-se neste estilo: Jean-Antoine WatteauAntonio da Canal (Canaletto) e Francisco Guardi.

IDADE CONTEMPORÂNEA

A arte na idade contemporânea foi marcada por uma revolução estética que trazia consigo uma sucessão de estilos e movimentos, muitos dos quais de pouca duração e, em sua maioria, centrados na busca de novas direções e princípios inovadores. Estes movimentos e estilos se caracterizaram por marcar uma ruptura com a arte clássica que dominava desde o renascimento.

Neoclássico
Pintura | Escultura | Arquitetura

Tendência predominante na pintura, escultura e arquitetura européias do final do século XVIII até meados do século XIX. Empregava os ideais mais simples dos gregos e da Antiga Roma. Devido às grandes mudanças que ocorriam no século XVIII, era difícil surgir um novo estilo nas artes. Resolveram então se espelhar na arte antiga e a reformularam com base nos novos ideais da época: subjetivismo, liberalismo e liberdade. Edifícios apareceram na forma de templos gregos; também surgiram estátuas e pinturas com temas históricos.

Art Nouveau

Art Nouveau ou Modernismo significa literalmente "arte nova". Denota um estilo complexo e inovador que aconteceu na arte durante as duas últimas décadas do século XIX e início do século XX, primeiramente no continente europeu e em seguida se difundindo para outros lugares. Ela veio para criar um estilo completamente novo em oposição aos estilos do passado.
A "arte nova" se manifestou em diversas formas artísticas, na arquitetura, decoração de interiores, mobiliários, arte em vidro, pintura têxtil, ilustrações, cerâmicas etc. Sua característica marcante é a utilização das linhas curvas e ondulantes.
O movimento de art nouveau objetivou a recuperação da qualidade das criações das obras, uma vez que a produção em série trouxe sérios comprometimentos para as peças de arte.
A Art Nouveau teve um papel fundamental no desenvolvimento da história da arte, sobretudo no campo da arquitetura, revolucionando o convencional e travando uma forte relação da arte com a indústria.
Os seguidores desse estilo prepararam o caminho para o fantástico desenvolvimento da arte e arquitetura contemporâneas. Art Decó
Art Decó tem como características marcantes os desenhos simples, definidos por linhas sempre muito precisas e ornamentações geométricas, ou em formas estilizadas de padrões naturais. Marcou pelo misto de originalidade e sofisticação. É um estilo que iniciou por volta de 1918, se generalizando pela Europa e Estados Unidos e alcançando pleno desenvolvimento dez anos mais tarde.
A expressão francesa "art decó" deriva da Exposição Internacional de Artes Decorativas e Industriais Modernas, que se realizou em Paris no ano de 1925.
Esse estilo, embora basicamente decorativo, repercutiu nas chamadas artes maiores, escultura, pintura e arquitetura também, destacando-se os artistas plásticos Amedeo Modigliani, Vitor Brecheret, Di Cavalcanti, Ismael Nery e muitos outros.
Na arquitetura, destacam-se os arranha-céus americanos, como o Empire State Building , em Nova Iorque. O Art Decó aproveitou idéias decorativas da cultura indígena e do primitivismo clássico utilizando resinas, cimento armado e materiais naturais como marfim, jade, prata e cristais de rocha. Foi uma tendência que surgiu logo após o Art Nouveau.

Romantismo
Pintura | Escultura |

O movimento romântico começou na década de 1830 e coexistiu, lado a lado, com o neoclassicismo até cerca de 1900. O romantismo valorizava os sentimentos, a imaginação, a natureza e o nacionalismo.
Favorecia a espontaneidade e defendia a liberdade do indivíduo. Os pintores românticos usavam efeitos de luz audaciosos e sombras profundas para revelar os traços pessoais dos temas.

Realismo
Pintura | Escultura | Arquitetura

Movimento artístico que surgiu depois da Revolução Francesa, manifestando uma reação contra o idealismo romântico. Os artistas realistas começaram a criar a partir de sua experiência e baseando-se na observação do mundo que os rodeava. Caracteriza-se por abordar a realidade e temas sociais, representando algumas vezes cenas exageradas, para enfatizar problemas sociais da época. Não produziu um estilo arquitetônico próprio; sua escultura, de pouca expressão, era crítica e social, mas se destacou na pintura com temas da vida cotidiana, de grupos sociais menos favorecidos.



Pré-Rafaelistas
Pintura

Um grupo de artistas dominados por sentimentos românticos buscou assuntos medievais cheios de misticismo como inspiração para suas obras, surgindo assim o movimento pré-rafaelista. Protestavam contra a frivolidade e a opressão e mostraram uma obra com conteúdo moral e intelectual. O curioso é que os pré-rafaelistas, apesar de sua denominação, surgiram muito depois dos rafaelistas.

Impressionismo
Pintura | Escultura

O movimento impressionista começou em torno de 1870 na França e ficou conhecido como um típico movimento francês. Ele deriva diretamente do realismo, por isso se interessa sobretudo na representação da realidade do cotidiano. Artistas jovens, tentando se libertar das tradições artísticas, inventaram uma técnica que os levou a uma mudança radical na arte; eles próprios se chamavam de impressionistas. A maior referência do impressionismo é encontrada na pintura.

Pós-Impressionismo
Pintura | Escultura

Movimento que sucedeu ao impressionismo e que como ele tornou-se tipicamente francês. Surgiu seis anos após o início do impressionismo. Artistas acreditavam que experimentando novos métodos e novas técnicas, um novo tipo de arte ainda seria possível e se dedicaram a isso de uma maneira intensa e científica.
Foi então que surgiu o pontilhismo, técnica de pintura onde as cores não eram misturadas, mas pequenos pontos em cores puras eram agrupados uns ao lado dos outros, onde os artistas estudavam o efeito ótico das cores.

Expressionismo
Pintura | Escultura

Movimento no qual seus artistas procuravam expressar seus sentimentos e fortes emoções. Não tinham preocupação com a beleza, revelavam um lado pessimista da vida e enfocavam problemas sociais. Utilizavam formas exageradas e deformação da realidade, que apareciam em cores muito fortes e linhas simplificadas. O que era mais importante era a visão subjetiva do artista. O expressionismo foi mais forte no norte da Europa.

Expressionismo Abstrato
Pintura | Escultura

O expressionismo abstrato é uma forma de arte na qual o artista se expressa através do uso da cor e de uma forma, onde não existe representação de objetos concretos. Utiliza apenas símbolos e gestos abstratos.
Como outros movimentos modernos, o expressionismo abstrato não apresenta um estilo particular, mas uma atitude, nem é totalmente abstrato nem também expressivo.
O que têm em comum são temas pesados e trágicos e seus artistas se valiam de sua individualidade e improvisação.

Cubismo
Pintura | Escultura | Arquitetura

Movimento artístico, de curta duração, que analisou mais a geometria e a estrutura dos objetos do que sua aparência, dando ênfase a formas e linhas puras. Seus artistas se preocupavam em como representar a forma no espaço e desenvolveram um método de analisar os objetos através de formas básicas.
O cubismo se desenvolveu na França e teve grande influência em toda a arte posterior.

Abstracionismo
Pintura | Escultura

Movimento que surgiu na Alemanha no início do século XX. Seus artistas não representam mais a realidade aparente, não retratam temas, nem reproduzem figuras, desprezam a cópia das formas naturais e criam novos modos de expressar sua realidade interior.

Fauvismo
Pintura

Nos primeiros anos do século XX, um grupo de artistas passou a usar a cor como o elemento mais importante da obra de arte. Foi um estilo de arte que se desenvolveu a partir do expressionismo e usava cores fortes, sem matizes e formas distorcidas. Um crítico usou pela primeira vez o termo Les Fauves (as feras) em 1905, Salão de Outono de Paris, referindo-se a um grupo de artistas que usavam este tipo de pintura.

Construtivismo
Pintura | Escultura

O movimento construtivista surgiu no período de 1913 a 1930, na Europa. Marcou determinantemente a história cultural artística, pois sofreu fortes influências da Revolução Industrial. Possui características próprias, rompendo com a arte passada e perseguindo o perfil da abstração - uma nova representação e despojamento.
Surgiu uma nova linguagem plástica. As obras de arte passaram a apresentar elementos geométricos, técnicas surpreendentes que mostravam novas estruturas e aparências. A arte se juntou à tecnologia. O construtivismo é a síntese das teorias abstratas e científicas da arte moderna.

Surrealismo
Pintura

Movimento criado em Paris em 1924 por um grupo de artistas, filósofos e escritores. Como o dadaísmo, também se opunha aos costumes da sociedade européia, mas procurava uma nova realidade, tentando explorar o inconsciente e subconsciente. Seus temas eram a loucura, os sonhos, as alucinações e o humor.






Dadaísmo

Movimento internacional que surgiu na Suíça, em Zurique, em 1916, no Cabaret Voltaire, e agrupava todos os gêneros artísticos.
Era contra a burguesia e as idéias artísticas tradicionais da arte, se revoltando contra o conformismo da vida européia.
                              Seus seguidores, desgostosos com a destruição provocada pela Primeira Guerra Mundial, procuravam chocar o público que valorizava os valores tradicionais. Apesar de efêmero, o dadaísmo preparou a arte para movimentos de vanguarda que surgiriam depois.

Op-Art
Pintura | Escultura

Significa arte óptica e surgiu na década de 50. Se desenvolveu lentamente, expressando muito mais os elementos científicos do que os valores humanos.
É uma arte sistemática e limitada.
                            A Op-Art possui um conceito contemporâneo e deu à arte moderna uma nova visão, levando o apreciador das artes a fazer uma análise de cada obra.
Utiliza a repetição das formas com a intenção de criar efeitos especiais que confundam a definição e a leitura das obras.

Pop Art
Pintura | Escultura

Movimento artístico que surgiu na Europa, mais precisamente na Inglaterra, em meados do séc. XX, pós-guerras mundiais, em oposição ao expressionismo abstrato, estilo dominante até então. Alguns críticos consideraram este movimento como uma forma do artista se distanciar da dura realidade da guerra.
A pop art caracteriza-se por uma linguagem abstrata que valoriza as imagens figurativas e reproduz objetos do cotidiano em tamanho consideravelmente grande. Embalagens de produtos, cartazes de anúncios e páginas de jornais servem como fonte de inspiração para os artistas que tentam reproduzir essas imagens por métodos mecânicos.
A primeira obra considerada verdadeiramente pop foi a colagem de Richard Hamilton intitulada "O que exatamente torna os lares de hoje tão diferentes, tão atraentes?", de 1956, onde o artista retratou um cenário em que o eletrodoméstico, a história em quadrinhos e as embalagens de produtos contracenavam com um casal também saído de uma propaganda de revista.
A influência deste movimento pop permanece até hoje e reúne artistas de interesse comum pelas artes gráficas, imagens comerciais, técnicas de reprodução e por símbolos que representam a cultura de massa.

Naïf
Pintura | Escultura
Naïf é uma palavra de origem francesa que significa ingênuo e sensível. Corrente estética que utiliza em suas obras o espontâneo, muito colorido e pouca técnica, não estando ligadas a nenhuma tendência artística. Usam sua arte sem regras, sem distância entre a realidade e a representação e são autodidatas.
Os naïfs são muitas vezes os reveladores do espírito e dos costumes do povo a que pertencem. A arte naïf conquistou um espaço no mundo das artes, passando a ser aceita como um estilo universal.